Política

Veja a lista dos deputados cearenses que votaram a favor e contra o “fundão eleitoral”

Do Ceará, o projeto contou com a aprovação de 10 deputados federais, entre eles Domingos Neto (um dos criadores da proposta) além de outros cearenses. Apenas 4 votaram contra a proposta.

A Câmara dos Deputados aprovou novas regras para o “fundão eleitoral” e com o apoio de parte da bancada cearense, articulam gastos com dinheiro público na compra e aluguel de imóveis, além de custear despesas com advogados e multas. O projeto de autoria do deputado cearense Domingos Neto (PSD) foi aprovado anteontem por 263 a 144 votos na Câmara.

Com isso, os deputados já articulam fundão eleitoral de R$ 3,2 bilhões custeados com dinheiro do pagador de impostos. Do Ceará, o projeto contou com a aprovação de 10 deputados federais, entre eles Domingos Neto (um dos criadores da proposta), Moses Rodrigues (MDB), Dr.Jaziel (PR), Guimarães (PT), Luizianne Lins (PT), Denis Bezerra (PSB), Junior Mano (Patriotas), Zé Airton (PT), AJ Albuquerque (PP), e Aníbal Gomes (PDT).

O PSL partido do presidente Jair Bolsonaro orientou seus deputados a aprovarem o projeto, mas depois recuou e alterou a orientação para “não”.

Cerca de apenas 4 deputados cearenses votaram “Não” contra o projeto. Teve até deputado cearense que faltou a sessão, propositalmente, para não declarar voto e assim não sofrer desgate político entre os cearenses.

Votaram contra o projeto os deputados federais Heitor Freire (PSL), Cap. Wagner (PROS), Pedro Bezerra e Idilvan Alencar (PDT).