Cidades

STJ determina volta de prefeito cassado, por perseguição política, ao cargo em Pacajus-Ce

Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Napoleão Maia, anulou a decisão de cassação da Câmara Municipal e colocou Flank Chaves de volta à prefeitura do município na tarde dessa quarta-feira, (21).

O Superior Tribunal de Justiça em Brasília, determinou, agora há pouco, a volta de prefeito cassado, por perseguição política, ao cargo em Pacajus-Ce. O Ministro do STJ, Napoleão Maia, anulou a decisão de cassação da Câmara Municipal e colocou Flank Chaves de volta à prefeitura do município.

Flank Chaves (PP) foi cassado em outubro de 2017, após seu aliado e vice-prefeito orquestrar um esquema de denúncia de supostas irregularidades na prefeitura de Pacajus.

Ainda de acordo com a decisão, a própria justiça entendeu que houve um complô comandado pelo vice-prefeito Bruno Figueiredo (PDT) para afastá-lo do cargo, abrindo assim, a vaga para (ele), o vice, assumir sua cadeira.

Flank Chaves (PP) ficará no cargo, na qual foi eleito, até dezembro de 2020. Já o seu vice-prefeito, acusado de traição, Bruno Figueredo, volta a ser vice-prefeito.