Ceará, Cidades

Postos de Saúde de Fortaleza sofrem com a falta de médicos nos bairros

Levantamento feito pela Revista Ceará, na manhã dessa segunda-feira, (24), aponta que faltam 200 médicos nas unidades. Para assegurar atendimento regular, a cidade de Fortaleza necessita de pelo menos 500 médicos.

Com a alta demanda de consultas pendentes e sem pequenos procedimentos cirúrgicos, postos de Saúde da capital sofrem com a falta de médicos, equipamentos e população fica desassistida pela Prefeitura Municipal de Fortaleza. Segundo levantamento realizado pela Revista Ceará, na manhã dessa segunda-feira, (24), faltam 200 médicos nos postos de saúde de Fortaleza.

Para assegurar atendimento regular, a grande capital Fortaleza necessita de pelo menos 500 médicos, sendo que o número aconselhado pelo Ministério da Saúde é de 720 médicos em pronto-atendimento. Hoje há 300 médicos em atendimento, por escala ou plantão, e denunciam sobre-carga de trabalho.

Se parte dos 113 postos, hoje, recém-inaugurados, conta com médico, diversos equipamentos localizados em áreas vulneráveis seguem sofrendo os efeitos da ausência sistemática desses profissionais.