Brasil

Polícia Federal retoma Operação Lava Jato e volta às ruas em 15 municípios do Brasil

O único e principal preso na operação é o dono do grupo de cervejaria Petrópolis, Walter Faria, acusado de ter intermediado mais de 3 milhões de dólares em propinas da Odebrecht.

A Polícia Federal retomou na manhã dessa quarta-feira, (31) a Operação Lava Jato e voltou às ruas com 33 mandados de busca e apreensão em 15 municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, além de 1 mandado de prisão preventiva e 5 mandados de prisão temporária na 62ª fase da Lava Jato.

O único e principal preso na operação é o dono do grupo de cervejaria Petrópolis, Walter Faria, acusado de ter intermediado mais de 3 milhões de dólares em propinas da Odebrecht. Seu grupo, segundo a PF, participou da lavagem de 329 milhões de reais.

Segundo os procuradores os fatos investigados são “um grandioso esquema de lavagem de dinheiro que resultou em: R$ 208 milhões de reais de propina pagos em espécie, R$ 121 milhões de reais “travestidos de doações eleitorais”; e em 106 milhões de dólares de pagamentos no exterior. “O Grupo Petrópolis agiu como verdadeiro banco de propina e lavagem de dinheiro da Obebrecht”, diz a PF.