Brasil, Mundo

Organização Mundial de Saúde (OMS) convoca o 'mundo inteiro a agir' contra o coronavírus, Brasil tem 10 casos suspeitos

O caso do morador de Sobral, que passou três meses viajando pela China, é uma das 9 situações suspeitas investigadas pelo Ministério da Saúde. O caso do paciente cearense de 40 anos, está sendo tratado com o “excesso de zelo” que a situação exige, mas sem pânico.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) convocou o ‘mundo inteiro a agir’ contra o coronavírus; primeiros estrangeiros são evacuados da China. Um grupo de brasileiros tenta se articular com a ajuda do Planalto para conseguir deixar a cidade assim que houver uma janela na quarentena imposta pelo governo chinês.

O caso do morador de Sobral, que passou três meses viajando pela China, é uma das 9 situações suspeitas investigadas pelo Ministério da Saúde. O caso do paciente cearense de 40 anos, está sendo tratado com o “excesso de zelo” que a situação exige, mas sem pânico.

Agora há pouco, no Estado de São Paulo, uma mulher de 51 anos foi internada e está em isolamento, por suspeita de ter sido infectada pelo coronavírus. Apesar da pressão internacional, até o momento não há informação de que o governo chinês tenha autorizado qualquer cidadão estrangeiro a deixar a quarentena.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) sinalizou sinal amarelo e exortou o “mundo inteiro a agir” na luta contra o novo coronavírus, que já matou mais de 170 pessoas e infectou quase 6.000, superando o número de contágios da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), há quase 20 anos.