Sociedade

Fundação Beto Studart completa 18 anos com recital na Praça BS

O evento será aberto ao público e contará com apresentações especiais de dois renomados músicos cearenses: o pianista Felipe Adjafre e o Cantor Philipe Dantas.

7BFE31BE 1BE8 4C82 967B BA99EC709A78

A Fundação Beto Studart comemora em maio os seus 18 anos de fundação, e para marcar a data, no dia 24 de maio, às 18h, na Praça BS, do BS Design, acontece o Recital “Música que Transforma”, quando os jovens do Projeto Cultivando Talentos irão apresentar a música popular brasileira por meio de diversos instrumentos.

Durante o evento, o público poderá aprender mais sobre a história das canções mais populares do Brasil, desde a composição até a gravação das músicas. O evento será aberto ao público e contará com apresentações especiais de dois renomados músicos cearenses: o pianista Felipe Adjafre e o Cantor Philipe Dantas. O Recital “Música que Transforma” nasceu por meio de diversas histórias de jovens do Projeto Cultivando Talentos, da Fundação Beto Studart, que encontraram na música uma forma de transformar a vida para melhor.

O recital também será transmitido ao vivo pelo canal do youtube CMAN TV OFICIAL do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. Na ocasião, será celebrado também os 84 anos do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno.

Sonhos Realizados:

Entre os jovens músicos que se apresentarão durante o recital é possível perceber a transformação que a música foi capaz de fazer na vida deles. São histórias de superações e sonhos realizados, como conta o estudante de canto e aluno do Projeto Cultivando Talentos, Daryck da Silva Oliveira, 18 anos. Daryck canta desde os 2 anos de idade na igreja, mas para a ele a música era apenas um hobby, ele não enxergava como algo profissional. “No meio onde vivo sempre me diziam que cantar e fazer música não seria algo possível e real, mas nunca perdi a esperança de um dia cantar profissionalmente. Foi então que ano passado, abriram as inscrições para o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e a minha professora me enviou, vi isso como uma oportunidade”, ressalta.

O estudante relata que ficou nervoso durante as audições, mas fez o seu melhor, dias depois saiu o resultado da aprovação e ele havia sido contemplado com uma bolsa do Projeto Cultivando Talentos da Fundação Beto Studart. “Pra mim foi a melhor experiência que eu poderia viver, mudou a perspectiva de como eu vejo a música e o canto. Eu tive a oportunidade de estudar canto, teoria musical e consegui me superar, pois jamais teria condições financeiras de pagar um curso de música. A Fundação Beto Studart está investindo em sonhos, são muitos jovens sendo incentivados a sonhar novamente. A Fundação deixou mais acessível algo que antes parecia ser muito distante. Serei eternamente grato”, enfatiza Daryck da Silva.

Projeto Cultivando Talentos:

O Cultivando Talentos é um projeto apresentado pela Fundação Beto Studart e o Ministério do Turismo aprovado pela Lei de Incentivo Federal da Secretaria Especial da Cultura – PRONAC 200382. O Projeto tem como patrocinadores as seguintes empresas: Ibyte, Unipac (Grupo Jacto), Durametal, Termaco, Ranco Embalagens e Cerbras. Tem como parceiros: Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e BG Soluções Sociais.