Mundo

Explosão em Beirute deixou ao menos 100 mortos e 3 mil feridos, diz governo libanês

“Responsáveis por explosão em Beirute ‘pagarão o preço’, diz premiê libanês. Ainda não há informações concretas sobre a causa. Brasil, França e Iraque expressam solidariedade ao Líbano.

O Governo do Líbano contabiliza até o momento mais de 100 mortos e 3 mil feridos na explosão de Beirute, capital do país. Ainda não há informações concretas sobre a causa. Brasil, França e Iraque expressam solidariedade ao Líbano. “Não há notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos”, diz Itamaraty.

O governador de Beirute, Marwan Abboud, comparou a destruição ocorrida na capital do Líbano, após as explosões na zona portuária, com o Japão depois das bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki.

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, falou agora há pouco pela primeira vez após a explosão no Líbano e disse que os responsáveis em um armazém “perigoso” na área portuária de Beirute nesta terça-feira (4) “pagarão o preço”. “Prometo a vocês que essa catástrofe não passará sem a responsabilização dos culpados, e os responsáveis pagarão o preço”, declarou o premiê em um discurso transmitido pela TV libanesa. “Os fatos sobre esse armazém perigoso, que existe desde 2014, serão anunciados, mas não irei antecipar as investigações”, acrescentou Diab.