Ceará

Camilo e Ciro pressionam pela aprovação da Reforma da Previdência no estado, Cap.Wagner ironiza

Apesar dos protestos, governo petista do Ceará mantém o desejo urgente pela aprovação na Assembleia. Deputado Cap.Wagner ironizou o discurso de Ciro que era contra a reforma, feito nas eleições do ano passado: “Cadê o Sr. Ciro Gomes, alguém aí sabe?

Os servidores do Estado pedem a retirada das propostas até que haja discussões mais aprofundadas com a categoria sobre a questão. Eles reclamam que a menos de uma semana de envio à Assembleia, o pacote da reforma da Previdência estadual está “praticamente pronto para ser votado”. Apesar dos embates, a base do Governo Camilo mantém a tramitação normal da matéria, sem dar esperanças de que a votação da reforma possa ficar para 2020.

Apesar dos protestos e críticas, governo petista do Ceará mantém Reforma da Previdência para ser aprovada na Assembleia Legislativa do Ceará. Por sua vez, a bancada federal cearense da oposição criticou a contradição de Camilo Santana (PT) e do ex-ministro Ciro Gomes que chegaram a atacar a Reforma aprovada pelo governo de Bolsonaro no senado e na câmara.

O deputado federal Cap. Wagner (PROS) ironizou o discurso de Ciro, feito nas eleições do ano passado: “Cadê o Sr. Ciro Gomes, alguém aí sabe? Na televisão atacou e ataca a reforma aprovada por Bolsonaro, mas no Ceará, o grupo dele quer aprovar a mesma Reforma da Previdência em regime de urgência e em apenas duas semanas. Pode isso Tábata Amaral?”, questionou Wagner.

o líder do governo na Assembleia, deputado Julinho, culpou o governo Bolsonaro por pedir urgência na aprovação da reforma, sob a alegação de cortes e bloqueios de repasses e pedidos de empréstimos pelo Governo do Ceará.