Ceará, Notícias

Bancada federal reage, sai do anonimato e cobra DNIT sobre recuperação de estradas no CE

Levantamento feito pela Revista Ceará mostra que cerca de 78 estradas cearenses encontram-se quase intransitáveis, entre elas, o Anel Viário entre Fortaleza, Eusébio e Maracanaú com obras paralisadas há mais de 20 anos.

Após quase 6 meses de mandato, bancada federal cearense reage, saiu do anonimato e cobrou providências ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) sobre estradas deterioradas, como é o exemplo das BRs e CEs que cortam diversos municípios cearenses, quanto a tão sonhada conclusão das obras do Anel Viário em Maracanaú paralisadas há mais de 20 anos no Ceará.

Em meio à demora nos repasses para projetos no Estado, foram definidas prioridades que podem facilitar a liberação de recursos. Obras contra a seca e de infraestrutura de rodovias ganham protagonismo entre os parlamentares

Diversos deputados estiveram reunidos com o diretor-geral do órgão cobrando agilidade na liberação do recurso do Palácio do Planalto para que o Governo do Ceará possa receber e administrar parte do recurso, agilizando as obras de reparação anunciadas ainda na campanha do governador Camilo Santana (PT). Atualmente cerca de 78 estradas cearenses encontram-se quase intransitáveis.

#estradas #prejuizos #dinheiro #obras #municipios #cidades #buracos #carros #caminhoes #ceara #fortaleza #brasil #nordeste #noticias