Ceará

SINTSAF fiscaliza Caps Geral de Fortaleza e detecta problemas

A falta de medicamentos, segurança, funcionários, estacionamento e até água para beber, estão entre os ítens que comprometem o atendimento.

Em visita surpresa ao CAPS GERAL da SER 6 situado na Rua Carlota Rodrigues, no Bairro Messejana, diretores do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço de Saúde de Fortaleza, Vilaúcia Borges e Francisco Otávio da Silva, fiscalizaram e conversaram  com servidores da unidade que repassaram ao  SINTSAF, as principais deficiências e demandas da unidade. Problemas que tem dificultado a rotina dos servidores. 

De acordo com servidores, diariamente passam pela casa cerca de 130 a 150 pacientes moradores de pelo menos trinta bairros situados dentro da grande Messejana, dentre eles: Barroso, Passaré, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Ancuri, Pq Dois irmãos, Castelão, Cidade dos Funcionários, Cajazeiras e outros.

Atualmente na capital, só há um CAPS GERAL, segundo a coordenação seria necessário pelo menos mais um para atender de forma satisfatória e digna a população com problemas mentais residente em Fortaleza.

PRINCIPAIS DEMANDAS DO CAPS 6 :
1 – Falta segurança armada, atualmente a unidade conta apenas com dois porteiros em turnos diferentes

2-  A recepção conta apenas com duas atendentes do NAC (Núcleo de Atendimento ao Cliente), as mesmas acumulam muitas funções, dentre elas: o acolhimento dos usuários, direcionamento ao serviço específico, separam e preenchimento de prontuários. No entanto, a unidade precisaria de mais duas atendentes

3- Atualmente o CAPS 6 conta com 4 médicos psiquiatras, onde o ideal seriam 6 no total . Em 2017 saíram 2 e desde então as vagas não foram mais preenchidas, o que acarreta numa sobrecarga de trabalho para os profissionais

4- Falta água para o servidor, os mesmos estão levando água de casa

5- Faltam câmeras de segurança na área externa da casa

6- Falta estacionamento para os servidores da unidade, a solução apresentada por eles próprios, seria a SER 6 ceder algumas vagas para o CAPS

7 – Faltam medicamentos da lista secundária para os pacientes, são eles:

VENLAFAXINA 75mg
ALPRAZOLAM
LEVOMEPRAMAZINA de 100mg e 25 mg
PAROXEUTINA
GABAPENTINA