Ceará, Saúde

Sindicato dos Médicos do Ceará aciona MP-CE para investigar denúncias de atestados de óbitos da COVID-19

Segunda a nota do sindicato, o órgão estaria recebendo denúncias de que os médicos estariam sendo pressionados a atestarem o resultado dos óbitos como “suspeita de COVID-19”, sem que se façam quaisquer exames mais precisos.

O Sindicato dos Médicos do Ceará acionou hoje, (13) o Ministério Público do Ceará para investigar uma suposta pressão para médicos atestarem óbitos como COVID-19 no Ceará. A denúncia de uma suposta manipulação e alteração nos dados do diagnóstico dos óbitos já vinha sendo questionado pelo deputado estadual cearense André Fernandes (PSL), quando acusou diretamente o Governo do Ceará de manipular os resultados.

Em seguida, o parlamentar foi acusado de propagar “Fake News” pelos próprios colegas deputados da Assembleia Legislatura, onde pediram seu afastamento imediato do parlamento.

Segunda a nota, o Sindicato dos Médicos estaria recebendo denúncias de que os médicos estariam sendo pressionados a atestarem o resultado dos óbitos como “suspeita de COVID-19”, sem que se façam quaisquer exames mais precisos. “Diante da gravidade da situação, a entidade apresentou um Pedido de Providência, nesta quarta-feira (13), à Promotoria de Justiça da Saúde Pública do Ministério Público Estadual do Ceará, com objetivo de investigar as informações”, afirmou em nota o Sindicato.