Brasil

Sérgio Moro avisou sobre ação da PF no Senado contra líder do governo Bolsonaro

Moro conversou por telefone com Alcolumbre para explicar que as buscas seriam para investigar Fernando Bezerra, líder do governo, quando ministro de Dilma Rousseff.

O mandado de busca e apreensão da Polícia Federal na manhã de hoje, (19), que tem como alvo o senador Fernando Bezerra, líder do governo de Jair Bolsonaro (PSL), apura irregularidades em obras da transposição do São Francisco, na época em que ele era ministro de Dilma Rousseff.

Antecipando, Sergio Moro conversou por telefone com Davi Alcolumbre para explicar, sem dar detalhes, que as buscas no Senado realizadas na manhã de hoje se referiam à atuação do senador Fernando Bezerra Coelho, líder do governo, quando ministro de Dilma Rousseff. Alcolumbre teria orientado, então, o chefe da Polícia Legislativa do Senado que só deixasse a PF entrar acompanhada da Polícia Legislativa.

Fernando Bezerra, alvo da PF, é um dos principais articuladores do acordão. Ele aproximou Jair Bolsonaro de Davi Alcolumbre (DEM), defendeu a Lei do Abuso de Autoridade e arregimenta votos para aprovar a ida de Eduardo Bolsonaro para a embaixada nos Estados Unidos.