Política

Senador consegue assinaturas para incluir governadores e prefeitos em “CPI da Covid” 02.

No pedido, Eduardo Girão justifica que “faltou transparência e sobrou desonestidade nos contratos firmados entre gestores públicos desonestos e a iniciativa privada.” Veja a lista:

O senador cearense Eduardo Girão (Podemos) diz ter coletado número suficiente de assinaturas para ampliar a CPI da Covid que também investigará, além do presidente Jair Bolsonaro, governadores e prefeitos.

Os senadores Tasso Jereissati e Cid Gomes, não assinaram a ampliação da CPI. Procurado por nossa equipe, Tasso Jereissati não respondeu e não se disponibilizou para questionamentos. A articulação do senador cearense Eduardo Girão é uma resposta à ordem do ministro Barroso (STF), que na última quinta-feira, 8, determinou a abertura de CPI para investigar a responsabilidade do Governo do Brasil, na pandemia, deixando de fora Estados e Municípios.

No pedido, o senador apresenta operações da Polícia Federal que também envolveram estados e municípios. O senador afirma que “faltou transparência e sobrou desonestidade nos contratos firmados entre gestores públicos desonestos e a iniciativa privada.”

Veja a lista:

  1. Eduardo Girão
  2. Allvaro Dias
  3. Jorge Kajuru
  4. Flávio Arns
  5. Alessandro Vierira
  6. Styvenson Valentim
  7. Oriovisto Guimarães
  8. Reguffe
  9. Lasier Martins
  10. Paulo Paim
  11. Plínio Valério
  12. Rose de Freitas
  13. Izalci Lucas
  14. Soraya Thronicke
  15. Marcos do Val
  16. Luis Carlos Heinze
  17. Esperidião Amin
  18. Fernando Bezerra Coelho
  19. Eduardo Gomes
  20. Elmano Férrer
  21. Carlos Viana
  22. Vanderlan Cardoso
  23. Chico Rodrigues
  24. Zequinha Marinho
  25. Eduardo Braga
  26. Marcos Rogério
  27. Carlos Fávaro
  28. Mecias de Jesus
  29. Luis do Carmo
  30. Ciro Nogueira
    31.Roberto Rocha
    32 Flávio Bolsonaro
    33 Marcio Bittar
    34 Rodrigo Cunha