Política, Saúde

Senador cearense defende novos protocolos bem sucedidos para a utilização da cloroquina em tratamentos

Eduardo Girão (Podemos) ainda criticou o que chamou de “irracionalidade na política brasileira” sobre o debate com uma disputa política partidária “cega”.

O Senador pelo Ceará, Eduardo Girão (Podemos), defendeu novos protocolos bem sucedidos para a utilização da cloroquina contra o coronavírus em pacientes infectados no Ceará. Em sua fala, o senador cearense Girão ainda criticou o que chamou de “irracionalidade na política brasileira” sobre o debate com uma disputa política partidária “cega”.

Senador pediu ainda que as autoridades considerem os protocolos internacionais e nacionais que defendem a administração de medicamentos como a hidroxicloroquina, a cloroquina e a azitromicina, relacionadas com corticoides no tratamento de pessoas com o coronavírus.

Segundo Girão, esses protocolos já foram aplicados com sucesso em alguns países e também no Brasil. O Estado da Bahia, governado pelo petista Rui Costa (PT), foi um dos primeiros estados brasileiros a adotar e recomendar o uso da cloroquina e azitromicina, em pacientes infectados com o vírus.

Girão citou ainda exemplos de protocolos de sucessos no Ceará, utilizados pelo grupo Hapvida e Unimed.