Ceará

Prefeito de Jijoca é acionado pelo MP-CE e poderá pagar multa de R$ 140 mil após furar fila da vacina

Lindberg Martins também foi um dos prefeitos que desrespeitou as normas da pandemia durante as eleições municipais do ano passado, promovendo carreatas, passeatas e comícios.

( Foto: Divulgação )

O prefeito Lindbergh Martins (PSD) e a secretária de saúde de Jijoca de Jeriocoacoara, Joila Carneiro, se tornaram alvo de ação ingressada pelo Ministério Público do Ceará por furarem a fila da vacinação contra Covid-19 na cidade.

Lindberg Martins também foi um dos prefeitos que desrespeitou as normas da pandemia durante as eleições municipais do ano passado, promovendo carreatas, passeatas e comícios. Até o momento o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará ainda não se posicionou sobre algum tipo de multa ao gestor.

Na ação, o MPCE pede a condenação de ambos pela prática de improbidade administrativa, além da decretação de indisponibilidade de seus bens para pagamento de multas no valor de R$ 140 mil e de R$ 54 mil, respectivamente.