Cidades, Saúde

PF deflagra operação que investiga desvio na compra de respiradores pela prefeitura de Fortaleza

De acordo com a PF, o prejuízo causado durante o período de pandemia, chegou-se a um prejuízo financeiro de até R$ 25,4 milhões aos cofres públicos.

A Polícia Federal deflagrou a Operação “Dispnéia” na manhã dessa segunda-feira, (25) para investigar desvios de recursos públicos, sem licitação, destinados à compra de respiradores pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Fortaleza.

De acordo com a PF, o prejuízo causado durante o período de pandemia, chegou-se a um prejuízo financeiro de até R$ 25,4 milhões aos cofres públicos. Ainda de acordo com informações repassadas à Revista Ceará, a Policia Federal está cumprindo nesse momento, 8 Mandados de Busca e Apreensão em domicílios, empresas e órgãos públicos em Fortaleza e São Paulo.

Os mandados foram autorizados e expedidos pela Justiça do Ceará. A investigação identificou indícios de que, além da ausência de capacidade técnica e financeira da empresa contratada, houve superfaturamento dos valores pagos pelos equipamentos, que atingiram o montante de R$ 34,7 milhões. Comparando-se com outras aquisições de equipamentos com a mesma especificação durante o período de pandemia, chegou-se a indícios de um potencial prejuízo financeiro de até R$ 25,4 milhões aos cofres públicos.