Ceará

PF apreende R$ 2 milhões; dinheiro seria fruto de esquema de locações na Prefeitura de Fortaleza

Um ex-deputado federal e estadual pelo Ceará foi preso em flagrante pela PF; endereço tinha como alvo o ex-deputado Adail Carneiro, como proprietário do local. Fraudes nas licitações para locação perpassaram diferentes gestões da Prefeitura nos últimos 20 anos, incluindo e alcançando a atual gestão, de acordo com a PF.

(Foto: Polícia Federal)

Um ex-deputado federal e estadual pelo Ceará foi preso em flagrante pela Polícia Federal no âmbito da segunda fase da Operação Km Livre. Apesar das autoridades não revelarem a identificação do alvo, a PF confirmou que a apreensão se deu no mesmo endereço alvo de buscas na primeira fase da Operação, que tinha o ex-deputado Adail Carneiro, como proprietário do local.

Ele é acusado de liderar um esquema fraudulento que movimentou cerca de R$ 600 milhões nos últimos 20 anos nas gestões da Prefeitura Municipal de Fortaleza, segundo a Polícia Federal.

De acordo com a PF, as fraudes nas licitações para locação de veículos perpassaram as diferentes gestões da Prefeitura de Fortaleza nos últimos 20 anos.

Apesar das investigações envolveram a atual gestão, nenhum servidor público municipal ou órgão da administração foi alvo da PF.

A organização criminosa criava empresas fantasmas, no nome de ‘laranjas’, para eliminar a concorrência e vencer o certame. O político preso é dono de cerca de 10 empresas, sendo três no ramo de locação de veículos.