Mundo

Pai de Neymar, protege e guia fortuna do craque como jogador

Neymar conduziu sua saída do Barcelona como se fosse seu pai

Neymar revela que contrariou seu pai ao se transferir para o PSG. “Um atleta precisa de desafios e pela segunda vez na minha vida estou contrariando o meu pai. Pai, entendo e respeito sua opinião, mas a minha decisão está tomada e espero que me apoie como sempre me apoiou”, diz Neymar Jr durante o vídeo em que se despede e agradece o Barcelona.

Muitos veículos espanhóis dão como certo que o Paris Saint-Germain havia aceitado pagar ao pai de Neymar uma comissão milionária caso o craque brasileiro aceitasse se transferir para a capital francesa. Aproveitando o grande sucesso de seu filho, ele lucraria nada mais, nada menos que aproximadamente 40 milhões de euros, o equivalente a R$ 147 milhões.

Nove entre 10 argumentações favoráveis à troca de clube de Neymar citam, literalmente ou quase, termos como “sair da sombra de Messi”, “virar o protagonista” ou, claro, “ser finalmente o melhor do mundo”. Diversas apurações, inclusive a do jornalista Marcelo Bechler, o primeiro a anunciar sua ida ao PSG, colocam tais motivos como importantes na decisão do brasileiro.