Ceará

MP-CE desarticula esquema de corrupção entre advogados e funcionários públicos de Caucaia, Maracanaú e Fortaleza

O GAECO revelou a existência de um grandioso esquema criminoso composto por funcionários públicos, particulares e advogados, os quais atuavam junto à Fóruns da Justiça e Delegacias locais favorecendo criminosos integrantes de facções.

O MP-CE e o GAECO desarticularam juntos, um esquema criminoso entre advogados e funcionários públicos de Caucaia, Maracanaú e Fortaleza para facilitar decisões judiciais a favor de criminosos integrantes de facções. As diligências estão cumprindo 25 mandados de busca e apreensão, oito mandados de prisões preventivas e sete de prisões temporárias.

O GAECO revelou a existência de um grandioso esquema criminoso composto por funcionários públicos, particulares e advogados, os quais atuavam junto à Fóruns da Justiça e Delegacias locais. Tal esquema consistia em garantir, mediante o pagamento de propina, o sucesso das pretensões deduzidas em prol de seus clientes, viabilizando a distribuição de processos para juízos previamente escolhidos, transferências de presos para unidades prisionais específicas, designações de datas próximas para a realização de audiência de custódia, confecções de cartas de emprego e certidões públicas falsas, bem como influência em decisões judiciais, através da interveniência de funcionários da Justiça.

A quadrilha também atuava em arrombamentos de caixas eletrônicos com a participação de advogados e assaltantes trazidos de Santa Catarina para atuarem no Estado do Ceará.