Ceará, Turismo

Justiça derruba decisão que obrigava vacina ou teste para desembarque no Ceará

Suspensão ocorreu, horas antes, da chegada e desembarque do presidente Jair Bolsonaro no Ceará.

298A14DA 8ED4 4A6E 857D A962F3B68ADF
(Foto: Governo do Ceará)

TRF-5 derruba decisão que exigia embarque para o Ceará com vacinação ou exame negativo contra Covid. Suspensão da medida judicial após solicitação pelo governador Camilo Santana (PT) ocorreu, horas antes, da chegada e desembarque do presidente Jair Bolsonaro no Ceará. Bolsonaro, presidente do País, não quis se vacinar, mesmo em grupo prioritário.

Ontem, Camilo reforçou que Bolsonaro e sua comitiva presidencial seriam obrigados a estarem vacinados ou com testes negativos da Covid em mãos. A decisão é do desembargador Edilson Pereira Nobre Junior do TRF-5. O pedido de suspensão da liminar foi criado pela União Federal e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Entre as alegações estão “a ocorrência de grave lesão à ordem, à saúde e à economia pública, sob o argumento de que não existe embasamento técnico ou científico.