Política

Justiça cassa prefeita e vice eleitos em Acaraú e deixe deputado federal inelegível por 8 anos

A juíza Ana Celina Monte Studart Gurgel Carneiro, determina ainda a inelegibilidade da prefeita, por 8 anos, e do deputado federal Robério Monteiro (PDT), esposo da prefeita apontado como responsável pelos episódios.

A Justiça Eleitoral determinou a cassação da chapa eleita para comandar a Prefeitura de Acaraú. A atual prefeita Flávia Monteiro (PSB) e seu vice, são apontados como diretamente beneficiados pelos crimes de abuso de poder econômico e compra de votos.

No documento, a juíza Ana Celina Monte Studart Gurgel Carneiro, determina também ainda a inelegibilidade da prefeita e do vice, por 8 anos, e do deputado federal Robério Monteiro (PDT), esposo da prefeita e apontado como responsável pelos episódios.

Consta no documento que Robério Monteiro teria assediado eleitores com a promessa de emprego em troca de voto. Foi anexado aos autos áudio em que o deputado supostamente conversa com uma eleitora do município fazendo a promessa.

Vale ressaltar que essa é uma prática rotineira, principalmente em períodos eleitorais, em cidade do interior.