Ceará

Governo do Ceará compra R$ 7,9 milhões em tornozeleiras para liberação de presos

Em concordância com o TJ-CE, governador cumprirá decisão e Camilo Santana (PT), por meio da Secretária Penitenciária, liberará bandidos envolvidos em tráfico de drogas, a maioria líderes e integrantes de facções criminosas.

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária, comprará R$ 7,9 milhões em tornozeleiras eletrônicas para a liberação de presos, entre eles, integrantes e líderes de facções criminosas. O montante de quase R$ 8 milhões serão custeados pelo contribuinte cearense, na qual será utilizado para liberar presos que passarão a cumprir pena em liberdade provisória ou regime semi-aberto por meio de decisão da justiça.

O contrato firmado com empresa paranaense Spacecomm Monitoramento S/A, sediada em Curitiba, foi autorizado pelo governador Camilo Santana (PT) e o secretário Mauro Albuquerque, com pagamento em até 15 dias após o fechamento do contrato, segundo publicação no Diário Oficial do Estado.

Segundo boletim da Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP) com as estatísticas do sistema penitenciário cearense, de janeiro de 2019, hoje o Ceará conta com 3.112 detentos monitorados eletronicamente. Destes, 672 foram beneficiados pela Justiça com prisão domiciliar, outros 272 cumprem trabalho externo, mais 2.032 foram liberados das cadeias para cumprirem medidas cautelares, 134 cumprem medida protetiva e outros dois receberam as tornozeleiras durante saída temporária da prisão.