Ceará

Gastos / Camilo Santana e Roberto Cláudio também elevarão seus salários a partir de 2019

Salário do governador passará de R$ 17,6 mil para R$: 39,3 mil. Já o do prefeito de Fortaleza passará de R$ 21,5 mil para R$: 31,44 mil.

Depois do aumento dos ministros do Supremo votado e aprovado pelo Senado Federal com o aval de Eunicio Oliveira (MDB), o governador Camilo Santana (PT) e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) também elevarão seus próprios salários a partir de 2019. Atualmente o governador recebe salário bem abaixo do teto, de cerca de R$ 17,6 mil, após aumento passará a R$: 39,3 mil. Já o prefeito de Fortaleza está recebendo salário de cerca de R$ 21,5 mil, após aumento passará a R$: 31,44 mil.

O chamado efeito cascata expontâneo de aumento se extenderá também aos deputados estaduais da Assembléia Legislativa do Ceará, a vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza, desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Ceará, além dos promotores do Ministério Público do Ceará.

Como o salário dos ministros serve de referência para o teto do serviço público, o aumento de 16% gera “efeito cascata” com impactos no teto de remuneração dos três poderes.