Ceará

Facções retomam ataques com assassinatos e expulsões no Ceará

Em busca de novos territórios do tráfico, criminosos ameaçam moradores em suas residências e retornam com ordem para matar. Cerca de 35 pessoas, entre idosos, adultos, crianças, passam madrugada ao relento, abrigados em posto de combustível no bairro Icaraí em Caucaia.

As facções criminosas voltaram a agir e retomaram os ataques com assassinatos e expulsões em busca de novos territórios do tráfico no Ceará. Moradores que se recusam a deixar suas casas, acabam sendo mortos por ordem dos líderes do crime organizado na região metropolitana. Um idoso de 63 anos, foi fuzilado na porta da residência, na Rua Vila Nova em Caucaia, na presença da família.

Segundo denúncias dos moradores, criminosos armados passam nas ruas batendo em portas de casas, avisando para todos irem embora dali, caso contrário a facção vai agir e “botar fogo” nas residências com moradores dentro. Cerca de 35 pessoas, entre idosos, adultos, crianças, passaram a noite e a madrugada ao relento abrigados em um posto de combustíveis no bairro Icaraí, se protegendo das fortes chuvas e driblando a morte.

Outro caso, semelhante ao do idoso assassinado, foi o ocorrido com o operário Jânio Vinícius, de 27 anos, e morava na Rua Princesa Isabel, no bairro São Miguel, também em Caucaia. Segundo a família, ele havia recebido um “ultimato” de bandidos de uma facção para deixar a casa.  Jânio não acatou a ordem da facção e acabou fuzilado e morto.