Ceará

Facções / “Governo do Ceará é um frouxo” dispara Tasso

“Temos hoje o Estado do Ceará dominado pelas facções criminosas. Elas dominaram o Ceará e são mais fortes do que o Governo do Ceará, porque o Governo do Ceará é frouxo e não tem coragem”, disparou.

Na avaliação do senador, há “omissão” e falta da “valentia necessária” para enfrentar as facções. “Governo que tem autoridade não deixa o Estado ficar dominado pelas facções. Tem bairros que você precisa baixar o vidro, pedir a autorização de traficantes para entrar. A questão das chacinas, da queima de ônibus, que acontece e volta a acontecer, e o Governo fica omisso. Se tivesse um governo mais ativo, mais agressivo em relação a isso, com certeza, as circunstâncias seriam diferentes“, criticou o senador em sua na convenção do PSDB realizada no ginásio do colégio Ari de Sá no Centro de Fortaleza.

A fala do senador é reflexo da crise na oposição da política no Ceará. Em 2014, quando PSDB se uniu ao então PMDB e a outros partidos em prol da candidatura de Eunício Oliveira pelo Senado, a oposição parecia ganhar novo fôlego. No entanto, dois anos depois, o próprio Eunício voltou a se aliar ao ex-adversário Camilo Santana (PT).

A chapa majoritária em torno do candidato General Theóphilo em 2018 é formada por pessoas que nunca ocuparam cargos públicos, como o próprio Theóphilo e os candidatos ao Senado, Mayra Pinheiro (PSDB) e Eduardo Girão (Pros). A vaga de vice ainda segue indefinida.