Turismo

Esquiadores aproveitam a baixa temperatura em Paris aos pés da Sacré Coeur

Embora o parque esteja fechado ao público, alguns esquiadores pulam a grade com arame para aproveitar o incomum prazer de esquiar em plena capital francesa.

Com a prancha de snowboard nas mãos, Gilles contempla entusiasmado os jardins cobertos de neve da Basílica de Sacré Coeur, um dos locais turísticos mais visitados de Paris, a 130 metros de altura, transformado em pista de esqui improvisada.

É uma neve “boa”, mas “não tanto como em 2010”, quando “foi histórico”, comenta o esquiador com sua roupa amarelo fluorescente, que chegou ao local nesta quarta-feira (7) após a neve que caiu durante a noite e surpreso de poder descer pelos jardins durante uma hora sem ser retirado pela Polícia.

A grama reaparece em meio à neve em alguns lugares, a descida só dura alguns segundos e é necessário subir de novo a pé. Mas “já é um prazer dizer que esquiamos em Paris”, explica Lucas.

“Ontem fui buscar meus esquis na casa da minha mãe e às seis da manhã já estava morrendo de vontade”, acrescenta, antes de se despedir da “pista” para ir à universidade.

Outros, com menos técnica, se contentam com um trenó improvisado de papelão. “Ontem não vim porque estava trabalhando, mas hoje aproveitei”, afirma Yacine.