Brasil, Saúde

Curva de crescimento do coronavírus no Brasil desacelera e recua, ficando abaixo da Espanha Itália e EUA

Segundo Ministério da Saúde, o avanço da transmissão do vírus está ocorrendo numa velocidade mais lenta que em outros países onde a doença já se alastrou.

Segundo secretário do ministério, João Reis, o avanço da transmissão do vírus no Brasil está ocorrendo numa velocidade mais lenta que em outros países onde a doença já se alastrou. Ainda é esperado que 5 estados brasileiros, incluindo o Ceará, devam passar por um aumento rápido no número de casos nas próximas semanas.

No Brasil no total, são 10.278 mil casos oficiais até agora, segundo o Planalto — 1.222 casos novos de ontem para hoje —, com uma mortalidade de 4,2%. Cerca de 81% das mortes, era idosos, acima dos 60 anos. Entre as vítimas, 79% tinham algum problema de saúde considerado um fator de risco, como doenças do coração (cardiopatias) e diabetes.

Outros 21% dos pacientes (76 casos) que morreram não apresentavam problemas de saúde preexistentes. Neste grupo, 32% (24 casos) tinham menos de 60 anos. O Ministério da Saúde admitiu ontem que pode precisar de leitos da rede privada, embora o SUS (Sistema Único de Saúde) esteja dando suporte aos hospitais particulares na atual fase da pandemia.