Política

Cotado para assumir ‘CPI da Covid’, Tasso silencia sobre Operação no Hospital de Campanha do PV

Operação deflagrada pelo MP-CE, até o momento, contabilizou aproximadamente 15 irregularidades em gastos com a polêmica construção do hospital móvel na 1ª onda da COVID-19.

(Foto: Agência Senado)

De olho nos holofotes da presidência da ‘CPI da Covid’ que investigará a omissão e desvios de recursos públicos na pandemia, senador Tasso Jereissati silencia e não comenta sobre a Operação deflagrada pelo Ministério Público do Ceará que, até o momento, contabilizou aproximadamente 15 irregularidades em gastos com a polêmica construção do Hospital de Campanha do PV em seu Estado pela Prefeitura de Fortaleza na gestão do ex-prefeito Roberto Cláudio.

O PSDB, que faz parte do 2º maior bloco do Senado Federql, com Podemos e PSL, quer que o senador Tasso Jereissati seja presidente da CPI que investigará o Governo Federal, Governadores e Prefeitos.

Vale lembrar que Tasso é aliado de Roberto Cláudio em Fortaleza, e aliado de Ciro e Cid Gomes no Estado, mesmo grupo político.