Ceará

Cidades / Prefeito de Senador Pompeu demite funcionários após pleito eleitoral

De acordo com denúncias dos moradores, Mauricio Pinheiro (PDT) chegou a contratar com antecedência diversos funcionários para garantir votos a seus candidatos comprometendo Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em uma só canetada o prefeito municipal de Senador Pompeu/Ce, a 274 km de Fortaleza, demitiu pais e mães de famílias e cortou inesperadamente gratificações dos servidores, após pleito eleitoral que elegeu deputados Estaduais, Federais, Governador e Senadores pelo Ceará. De acordo com denúncias dos moradores, o pfefeito Maurício Pinheiro (PDT) chegou a contratar com antecedência diversos funcionários para garantir votos a seus deputados Queiroz Júnior (PDT) o segundo mais votado e Anibal Gomes (MDB), senadores Cid Gomes (PDT) e Eunicio Oliveira (MDB) e o governador reeleito Camilo Santana (PT), comprometendo a folha de pagamento e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Logo que conseguiu os votos, segundo denúncias, demitiu-os. A medida do prefeito não foi renunciar seu salário ou reduzir seus secretários com altos salários, mas dá uma canetada nos vencimentos dos trabalhadores demitindo, justamente, a maioria dos pais e mães de famílias que precisam do ganha-pão e estavam empenhados na campanha eleitoral de seus candidatos.