Cidades

Caso ‘Bruno Gonçalves’ completa 4 meses sem desfecho; MP-CE já colheu depoimentos

Deputado estadual e candidato à Prefeitura de Aquiraz se envolveu num escândalo de suposta compra de votos revelado após vazamento de áudio gravado de dentro de seu gabinete na Assembleia Legislativa.

O caso “Bruno Gonçalves”, deputado estadual e candidato à Prefeitura de Aquiraz, pelo PL, e que se envolveu num escândalo de suposta compra de votos revelado após vazamento de áudio gravado de dentro de seu gabinete na Assembleia Legislativa, segue sem desfecho após 4 meses de abertura de investigação pelo Ministério Público do Ceará.

O MP-Ce afirmou que já tomou os depoimentos do deputado e de sua mãe, a vereadora Marta Gonçalves (PL), ambos aparecem citados no áudio vazado.

Em gravação, Bruno Gonçalves, que também é candidato à Prefeitura do Aquiraz, coloca o prefeito Roberto Cláudio (PDT) como articulador de esquema de troca de favores usando a Prefeitura de Fortaleza. Roberto Cláudio ainda não veio a público comentar o caso.

No seu retorno à Assembleia Legislativa após sofrer punição de 30 dias por quebra de decoro parlamentar, o deputado Estadual André Fernandes (PSL), cobrou ao presidente da Casa e candidato a prefeito de Fortaleza, Dr.Sarto (PDT), punição ao caso.