Política

Carlos Bolsonaro volta a atacar e critica general Heleno, criando novo atrito com militares

Filho do presidente tornou a fazer ilações sobre falha do GSI (Serviço de Inteligência do Governo) no episódio do voo presidencial que transportou cocaína nas mãos de um sargento. 

O vereador do Rio, Carlos Bolsonaro (PSC) voltou a atacar e criticou, dessa vez, general Heleno, criando novo atrito com militares, dentro do governo do pai, Bolsonaro. Filho do presidente tornou a fazer ilações sobre falha do GSI (Serviço de Inteligência do Governo) no episódio do voo presidencial que transportou cocaína nas mãos de um sargento.

O vereador afirmou que os homens do GSI estão subordinados a algo em que ele não acredita e criou uma suposta teoria da conspiração contra ele; “Por que acha que não ando com seguranças? Principalmente aqueles oferecidos pelo GSI?”, disse Carlos, insinuando que parte do servido de inteligência do governo está comprometido com o lado do mal.