Direito&Justiça

CAACE- Ceará divulga balanço de ações em prol da advocacia em 2020

Desde a constatação dos primeiros casos de Covid-19 no Ceará, a entidade desenvolveu ações, destaca Sávio Aguiar, presidente da entidade.

Os profissionais que apresentaram vulnerabilidade econômica foram beneficiados com a criação do auxílio alimentação de R$ 300 e os que testaram positivo para o coronavírus tiveram acesso ao auxílio financeiro emergencial no valor de R$ 1.000 Parte do recurso aplicado foi oriundo de um repasse extraordinário realizado pelo FIDA, visando minimizar os impactos da pandemia na advocacia.

Desde a constatação dos primeiros casos de Covid-19 no Ceará, a entidade desenvolveu ações como a entrega gratuita de máscaras e álcool em gel, além de uma grande campanha de vacinação contra o vírus da gripe H1N1 em todo o Estado do Ceará. Na ocasião, mais de cinco mil advogados  e advogadas foram imunizados.

No mês de novembro, a CAACE criou uma rede de apoio a advogadas vítimas de agressão em decorrência de violência familiar e doméstica. O programa proporciona às advogadas, que sofrem com episódios de violência doméstica e familiar, até dez sessões de atendimento psicológico e até sete diárias de hotel, tendo na CAACE o apoio necessário diante de um cenário extremamente doloroso.

Para o presidente da CAACE, Sávio Aguiar, “todas as medidas que foram realizadas ao longo desse ano reforçam o nosso compromisso em garantir o bem estar da advocacia cearense. 2020 foi um ano de muitas dificuldades, mas pudemos entregar serviços e atendimento direto aos profissionais que foram desde ações de apoio e cuidados com o novo coronavírus a suporte para realização do trabalho, além da criação de uma rede de apoio voltado às mulheres advogadas que sofrem violência doméstica. Encerramos esse ano com a sensação de dever cumprido, certos de que 2021 será um ano de mudanças e de grandes conquistas para toda a advocacia cearense”, destaca o presidente.