Direito&Justiça

Bolsonaro confirma desembargador Kássio Nunes para o STF

Bolsonaro declarou que a amizade dele é um critério “importante” para fazer a indicação dos ministros. Juiz Federal, Kássio é vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, localizado no Piauí.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira (1º), que escolheu o desembargador Kássio Nunes Marques, 48, para ocupar a vaga que será deixada pelo ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF), no próximo dia 13.

Ao falar que pretende nomear um evangélico para a próxima vaga no STF, Jair Bolsonaro também listou vários outros requisitos.

“Nós temos uma vaga prevista para o ano que vem também, essa segunda vaga vai ser para um evangélico”, disse o presidente.