Negócios

“Atitude é de desespero”, diz XP sobre Itaú, após troca de farpas no mercado financeiro

Qual o real motivo? “Itaú perde R$ 150 milhões de clientes de investimentos, todos os dias, para XP Investimentos”, diz sócio da plataforma.

As trocas de farpas entre XP e Itaú ficaram mais sérias nesta quinta-feira, com provocações nas redes sociais e coletiva de imprensa com sócio da plataforma para responder às provocações do Itaú. Depois que o bancão lançou, esta semana, uma campanha de marketing com o reposicionamento de sua área de investimentos, criticando diretamente os conflitos de interesse do modelo de agente autônomo, a XP se armou para rebater e atacar.

“Surpreende a todos um banco tão sério como o Itaú, com 90 anos de história, denegrindo a imagem dos 10 mil profissionais [agentes autônomos de investimento]. Isso mostra um desespero porque quando não tem proposta de valor para falar, nenhum diferencial, nem capacidade de mudar a estrutura, não resta nada além de agredir competidores”, disse Guilherme Leal, sócio da XP em coletiva de imprensa convocada às pressas nesta tarde de quinta-feira.

Durante uma coletiva de imprensa, Gabriel Leal, sócio, head comercial e de relacionamento com clientes do grupo, afirmou que a campanha mostra o desespero do banco diante da perda de clientes para instituições financeiras independentes.

“A competição é boa, a provocação é sempre saudável, porque faz as instituições melhorarem. Mas a campanha mostra o total desespero do Itaú. Quando você vê que R$ 150 milhões todos os dias saem do banco [em TEDs] e entram na XP, vê a incapacidade do banco de resolver conflitos internos”, afirmou Leal.