Ceará, Saúde

Após conflito judicial, TJ-CE autoriza contrato entre associação e prefeitura para hospital de campanha no PV

Hospital de campanha do PV recebe primeiros pacientes com Covid-19 a partir deste sábado (18), de acordo com o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

DA89FBCE F630 42FE B2CA A298B341D60C

Hospital provisório de campanha da prefeitura no Estádio Presidente Vargas – PV, tem entrega antecipada pela Prefeitura de Fortaleza (PDT) e já começa receber pacientes infectados já a partir de amanhã, (18), com capacidade para até 336 pacientes.

Ontem, (16), houve uma batalha judicial entre a prefeitura e o Tribunal de Justiça. Ainda na tarde de ontem, a juíza, Cleiriane Lima Frota, suspendeu o contrato entre a prefeitura e a Associação Paulista – SPDM, ao se basear na denúncia movida por uma ação popular, na qual justificou que “é fato público e notório que a referida Associação, contratada sem licitação, pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), seria envolvida em vários escândalos de má gestão e de corrupção em contratos públicos”.

Em seguida, pouco mais de 2 horas depois da primeira decisão da juíza, o próprio presidente do TJ-CE desembargador Washington Luís, derrubou a decisão da colega magistrada.

A suspensão das obras e custeio total, cujo valor global seria de R$ 95.948.156,80 milhões de reais. Bloco com 51 leitos será liberado às 12h, e já deve ser 100% ocupado até a próxima segunda-feira (20), quando toda a estrutura será entregue à população. (Foto: José Liomar)