Ceará, Política

Após bate-boca entre Osmar Baquit e Leonardo Araújo, André Fernandes (PSL) questiona Conselho de Ética

Deputado questionou a troca de insultos entre os colegas; “Dois pesos, duas medidas?”, indagou Fernandes sobre se também haverá ou não punição à ambos, por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Assembléia.

O dia de ontem na Assembleia Legislativa do Ceará foi bastante tenso e turbulento após o bate-boca entre os deputados Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB). Recentemente, o então também deputado André Fernandes (PSL), se envolveu em uma polêmica com o deputado Nezinho Farias (PDT) e logo foi posto sua cabeça a prêmio na tribuna da Assembleia ao ser denunciado por quebra de decoro parlamentar. André Fernandes encaminhou, na época, uma denúncia sem provas ao Ministério Público do Estado denunciando Nezinho por um suposto envolvimento com facções criminosas no Ceará e está prestes a receber suspensão de 30 dias no Conselho de Ética da Casa.

Já os deputados Leonardo Araujo e Osmar Baquit, trocaram xingamentos hoje, (10), e imputaram crimes um ao outro, como por exemplo; “vendedor do TCM”, “vagabundo” e “comprador de votos”, ambos também sem provas, e a mesa diretora se posicionou dizendo que “não houve quebra de decoro” e que apenas chamará a atenção dos deputados em questão.

André Fernandes questionou o ocorrido; “Dois pesos, duas medidas?”, indagou Fernandes. O deputado Fernando Santana (PT) assegurou que não haverá punição à Osmar Baquit e Leonardo Araújo.