Ceará, Cidades

Após anúncio de demissão de 42 PMs, assessoria da Polícia Militar diz que policiais demitidos serão reincluídos aos quadros

As 42 demissões ocorreram no mesmo dia da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que proíbe a concessão de anistia a militares que aderirem a motins ou paralisações.

Em nota a Polícia Militar afirmou que “nesses casos há reinclusão imediata aos quadros para que os referidos policiais possam responder ao processo dentro da corporação”. As demissões ocorrem no mesmo dia da aprovação da (PEC) que proíbe a concessão de anistia a militares que aderirem a motins ou paralisações, encabeçada pelo deputado Queiroz Filho (PDT).

Na segunda, (02), o parlamentar criticou na Assembleia Legislativa do Ceará a atuação do ministro da Justiça Sergio Moro, durante a greve dos PMs no Ceará; “Da próxima vez que ele [Sergio Moro] vier passear aqui, vamos convidar ele para ir pro Beach Park”, igual fez o Deltan Dallagnol”, criticou o parlamentar insinuando que Moro veio apenas passear no Ceará, e não tentar resolver a paralisação de parte dos policiais em greve.

Em nota a Polícia Militar afirmou “nesses casos há reinclusão imediata aos quadros para que os referidos policiais possam responder ao processo dentro da corporação”.