Política

150 milhões em propinas para Dilma Rousseff, afirma Marcelo Odebrechet

Ele revelou que Guido Mantega foi indicado por ela para administrar a propina da empreiteira durante a campanha de 2014, no lugar de Antonio Palocci. Sobre repasses para a campanha de Dilma ele insistiu no valor de R$ 150 milhões, dos quais um terço seriam entregues como contrapartida pela aprovação de um projeto apresentado em 2009 referente à MP 470, ou a MP Refis.

Ao detalhar a distribuição de recursos da empreiteira, Marcelo Odebrecht também citou pagamentos de “dezena de milhões” para partidos aliados.